quinta-feira, 29 de maio de 2014

Yayoi Kusama: Obsessão Infinita

Hoje visitei no Instituto Tomie Ohtake a exposição da artista pop Yayoi Kusama. Trata-se de uma reunião de obras da japonesa realizadas entre 1950 e 2013. As obras refletem seu interior e sua fixação por bolas, falos, acumulações e repetições infinitas repetições.
Os destaques são as duas salas de espelhos infinitos:

Campo de Falos (1965)

Cheia de Brilho da Vida (2012)

 Na Sala da Obliteração você ganha uma cartela de adesivos para decorar a instalação.
Depois de viver em New York, a artista retornou ao Japão. Kusama vive desde 1973 em um hospital psiquiátrico próximo ao seu ateliê onde continua transformando sua angústia emocional em arte.
A exposição fica em cartaz até 27/07 e a entrada é gratuita!

Instituto Tomie Ohtake
Rua Coropé, 88 - Pinheiros - São Paulo - SP
(Próximo ao Metrô Faria Lima)


quarta-feira, 28 de maio de 2014

Habemus torta de limão!


Massa
Essa receita é clássica, você pode usar para tortas doces e salgadas (inclusive quiches).
Ingredientes: 2 xícaras de chá de farinha de trigo
                      100 gramas de manteiga gelada em cubos
                      1/2 lata de creme de leite
                      1 colher de chá de fermento químico em pó
Peneire a farinha e misture com a manteiga e o creme de leite usando as pontas dos dedos. Adicione o fermento e misture novamente. Deixe descansar por mais ou menos 30 minutos na geladeira. Abra  a massa em um forma de fundo removível, fure o fundo com um garfo e asse em forno médio até ficar douradinha.
 Obs: Para o quiche eu troco o creme de leite por 4 colheres de água e uma pitadinha de sal.

Recheio
Ingredientes: 1 lata de leite condensado
                      6 colheres de sopa de suco de limão (pode ser limão siciliano)
                      1/2 lata de creme de leite
                      1 colher de sopa de raspas de limão
Misture primeiro o leite condensado e o suco de limão, depois adicione o creme de leite e as raspas. Recheie a torta com o creme de limão.

Cobertura
Pra cobertura eu uso a receita de marshmallow que aprendi com a minha vó ♥. Existem várias jeitos de fazer, eu já errei o ponto de várias receitas então sempre faço essa que o sucesso é garantido!
Ingredientes: 2 xícaras de chá de açúcar
                      1 xícara de chá de água
                      3 claras
                      Gota de essência de baunilha
Leve o açúcar dissolvido na água ao fogo baixo sempre mexendo até que esteja em ponto de fio. Bata as claras em neve (velocidade máxima até ficar BEM firme). Depois adicione aos pouco a calda quente e a gota de essência de baunilha e continue batendo. Aí, é só cobrir a torta com o marshmallow e jogar umas raspas de limão em cima. Pra finalizar, leve ao forno baixo até dourar. VOILÀ!

domingo, 25 de maio de 2014

Throwback - Berlin

 

Lugares para conhecer:
Reichstag - Bundestag Alemão (Parlamento)
Berliner Dom (Catedral de Berlim)
Museumsinsel (Ilha dos Museus)
DDR Museum
Brandenburger Tor
Checkpoint Charlie
Topografia do Terror
Memorial do Holocausto
East Side Gallery (Muro de Berlim)
Olympiastadion
Potsdamer Platz
Alexanderplatz
Avenida Unter den Linden

terça-feira, 20 de maio de 2014

Experiência Gastronômica: Bistro l'Entrecôte d'Olivier

Minha idéia é compartilhar aqui todos os restaurantes, bares, lanchonetes, cafés, confeitarias e afins que visito! Desde os lugares mais populares aos mais desconhecidos.
Já faz um tempo que estive no l'Entrecôte d'Olivier (São Paulo) e mal tenho fotos, mas decidi começar por esse bistrô que serve um único prato: O entrecotê com um molho "secreto" acompanhado de batatas fritas. O preço é R$78,00 pelo prato principal e uma salada de entrada. Dizem que a musse de chocolate de lá é a melhor do mundo, e é boa mesmo mas a que eu faço é melhor.


 l'Etrecôte d'Olivier
Rua Dr. Mário Ferraz, 17 - Jardim Europa, São Paulo - SP

quinta-feira, 15 de maio de 2014

Throwback - Venezia

Sempre é bom relembrar bons momentos! Ainda mais quando envolvem viajar e Veneza, que é um dos meus lugares favoritos. Essas são de 2011, a segunda vez que estive por lá.

O vaporetto é o meio de transporte público da cidade.



Chegando na Piazza San Marco - basílica e Palazzo Ducale (vale entrar e conhecer!).


Dentro da Basilica di San Marco - toda de mármore, ouro, bronze e outras pedras.

Campanile di San Marco

Ponte di Rialto

 Bacaro Jazz - um pequeno bar próximo a ponte, nem parece que você está em Veneza. A pedida é o drink Belini, típico veneziano, uma combinação de prosecco e suco de pêssego.

E agora com a fisheye...






Boa noite, Veneza!

Experiência Fisheye







Welcome!

Ciao! Meu nome é Hanna, e estou com vontade de compartilhar as coisas mais aleatórias possíveis. Vamos ver no que dá!